terça-feira, 18 de dezembro de 2018

CANÁBIS E REDUÇÃO DE RISCOS Escrito Visto Ouvido. Para que se saiba... Tudo é economia



CANÁBIS E REDUÇÃO DE RISCOS

O uso de canábis tem riscos. 

O uso de canábis está banalizado.


Sendo ignorada ou escondida a qualidade do que é

consumido, os riscos serão agravados.


As variedades não são todas iguais.

Pode variar desde a "canábis de fraca concentração (de alcalóides) proveniente de cultivo pessoal" até à canábis "de forte concentração resultante de sofisticada manipulação agronómica


E porque tudo é economia, a canábis para uso recreativo será regulamentada. 
Esperemos que seja num contexto que contribua para reduzir riscos.

O consumo de derivados de canábis, de qualidade ignorada, não revelada, ou desconhecida, e contendo adulterantes tem ainda mais riscos acrescidos.

Neste século, em Portugal o crescente consumo dito recreativo de canábis, ilegal, desde o ambiente urbnano para o meio rural, tornou-se banal. Há consumidores desde pré-adolescentes a veteranos de 70 anos de idade. Estudantes, trabalhadores, empregados, desempregados, reformados. doentes, pessoas não doentes consomem ou consumiram canábis.

A ignorância sobre canábis e sobre a canabis consumida é enorme. A hipocrisia sobre o consumo também.

O CONSUMO dito RECREATIVO tornou-se um hábito banalizado em Portugal. 
A REGULAÇÃO do acesso ao CONSUMO dito RECREATIVO é uma questão de saúde pública.

E porque tudo é economia o comércio legal irá ser incrementado. Assim iremos para 2019, com reforço de ideias de consumo e consumismo porque tudo é economia. As companhias e os investidores querem lucro$.
Os Estados e muitos políticos querem receita$.
As gerações mudaram. Muitos adultos dirigentes e responsáveis nas sociedades foram ou são consumidores.

O uso e abuso, consumismo de múltiplos comportamentos de risco, a ignorância e a falta de responsabilização pela saúde, são realidades. E a "educação-prevenção" pelo pânico ou pela mentira não resultaram para aumentar a desmotivação do consumo de comportamentos de risco.

O uso de canábis está banalizado.

Sendo ignorada ou escondida a qualidade do que é consumido os riscos são agravados. O consumo de derivados de canábis, de qualidade ignorada, não revelada, ou desconhecida, e contendo adulterantes tem ainda mais riscos acrescidos.

Nesta situação, há que fazer a necessária preparação e desejar que a força dos intere$$es não apague ainda mais a enorme carência na Educação para a Saúde e para a PREVENÇÃO.
O dinheiro cega, o dinheiro fácil corrompe.

Só com mais liberdade e seriedade de Informação e muita Educação se pode aumentar a responsabilidade no conhecimento e melhorar a capacidade para a livre escolha. 

Temos que reconhecer que há muito para preparar, seja em Prevenção, seja no tratamento de alguém que adoeça.

Pior, pior, é consumir o desconhecido e aldrabado e tantas vezes negado. 
Acabar com a ignorância é uma prioridade.
Reconhecer que o controlo da oferta falhou é uma prioridade.
Não repetir estratégias que não resultaram, é uma prioridade.
Reconhecer e falar sobre a verdade da realidade é uma prioridade
Reduzir riscos é uma prioridade.

Publicações sobre Canábis 2108 e 2017, por LP



https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/45527276_726334244385540_1663937091442049024_n.jpg?_nc_cat=105&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=15db8372dbece5f7f4bffb48f5243b2c&oe=5CA78231

Luís Duarte Baptista Patricio
HOJE em DIA CANABIS
Leia aqui o que escreveu aqui o "João", universitário de 25 anos: Hoje em dia onde moro a maioria dos meus amigos fuma xamon ou erva. Grande parte da população jovem estão abertas ao consumo nas ruas, jardins. Quando se sai a noite é uma coisa comum.
Devido à mudança do estigma acerca da cannabis e a liberalização do consumo, eu pensava que era discriminado e não totalmente ilegal. Acabo agora de saber que por lei não tenho direito a ter no meu bolso. Mas...



8 Novembro 2018
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

Mala Da Prevenção Dr Luís Patrício
MEDICAMENTO CANABINOIDE NABIXIMOLS em Portugal
pela primeira vez, com a Mala da Prevenção e T3E.
Aconteceu em 21 de Setembro no Hospital Prof Fernando Fonseca na Amadora, no Âmbito do Encontro Internacional de Solidariedade Intergeracional
Ensinar Aprender Partilhar Agradecer...


MALADAPREVENCAO.BLOGSPOT.COM
Ensinar Aprender Partilhar Agradecer Tratam ento na dependência de cannabis Pharmaceutical cannabinoid nabiximols ( Sativex ™) f...


31 Outubro 2018
SAÚDE com MAIS SABER E MAIS EDUCAÇÃO para melhor PREVENÇÃO
Mais conhecimento permite melhor aceitação ou rejeição.
Droga é a ignorância e a malvadez.



https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p32x32/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=ef018a0aec21dcac6ee2bcc7c5e7b755&oe=5C9E08E9

CANÁBIS no URUGUAY com Milton Romani
Canabis Saber mais
Com Milton Romani.
O que se diz... e o que se ouve dizer. Lá e por cá.
https://www.facebook.com/maladaprevencao.drluispatricio/videos/1789793394651411/UzpfSTE0ODk4MDM3NTc5ODM3MTE6MTc4OTc5NDI3NDY1MTMyMw/ -0:26
1073 visualizações


Parte superior do formulário

Setembro 2016
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

Mala Da Prevenção Dr Luís Patrício partilhou uma memória.
A partilha deste texto/vídeo sobre consumos de haxixe, erva, álcool, sintéticas, disponíveis para jovens e adultos, da escola à universidade, pode contribuir para mudanças necessárias desde há tantos anos.
Exige-se seriedade em oposição à corrente complacente e “maquilhada” do tudo sob controlo, ou podia ser pior...
Há 2 anos
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p32x32/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=ef018a0aec21dcac6ee2bcc7c5e7b755&oe=5C9E08E9


A desproporção entre a promoção do consumo abusivo e a redução da procura, tem sido confrangedora. Isto é: Falta de Educação para a saúde e bem-estar. É falta d...

DROGA DE FRENTE DE CARAS 2º cap por LP 2016

 YOUTUBE.COM
https://www.youtube.com/watch?v=qUDXYPwJMQw&feature=share
Canabis: o consumo no meio urbano está bastante banalizado. Consome-se na rua, em…

1 Outubro 2018
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

É preciso repensar a Prevenção.
Se estamos como estamos é porque conseguimos o que conseguimos, não conseguimos o que não conseguimos, falhamos o que falhamos.
Estamos precisando de mudar e muito, desde há muito, se queremos melhorar.
É preciso repensar a Prevenção E mudar para sair da paragem do recuo
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p32x32/45527276_726334244385540_1663937091442049024_n.jpg?_nc_cat=105&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=55a95fa635016acd96439e33c1829fd8&oe=5CA4773E

É preciso repensar a Prevenção.
Se estamos como estamos é porque conseguimos o que conseguimos, não conseguimos o que não conseguimos, falhamos o que falhamos.
Estamos precisando de mudar e muito, desde há muito, se queremos melhorar.
É preciso repensar a Prevenção E mudar para sair da paragem do recuo
SCIENCEDIRECT.COM
The author proposes his reflection on the state of the prevention of addiction in Europe. Rethink it ? Improve it ? He proposes to know the opinion of…

Mala Da Prevenção Dr Luís Patrício partilhou uma publicação.
Publicado por Luís Duarte Baptista Patricio · 1 de outubro · 
CANÁBIS: DEMAGOGIA ou PEDAGOGIA?
Canábis: ignorância ou propaganda de regime ?
Há pessoas em quem o consumo de erva (marijuana) ou de resina (haxixe), não revelou distúrbio mental.
Há pessoas em quem o consumo de erva (marijuana) ou de resina (haxixe), revelou distúrbio mental.
Os efeitos revelados podem estar relacionados com a personalidade do consumidor, com o seu momento de vida, com a dose/quantidade consumida, com a concentração e com a frequência / regularidade do consumo com as misturas de substâncias e com a adulteração.
Quem sabe o que é consumido em Portugal, ocasionalmente ou regularmente, em casa, nos locais de diversão, em áreas escolares, na cidade ou no campo, nos montes ou nas praias, por tantas pessoas dos 12 aos 70 anos? Se o adequado uso médico de medicamentos canabinóides desde já muito não tem discussão, a inoperância em redução de riscos justifica desde há muito mais do que uma demissão.
Canábis em Portugal também significa hipocrisia, ignorância e muita demagogia .
No âmbito dos avanços em Tratamento, em AMADORA a 21 de Setembro,no Auditório do Hospital Prof. Doutor Fernando da Fonseca, no SIMPOSIUM INTERNACIONAL PERTURBAÇÕES DO USO DE SUBSTÂNCIAS E OUTRAS PATOLOGIAS ADITIVAS o nosso ilustre colega de actividade clínica e Prof. e Investigador Adrian Dunlop (Austrália) apresentou, sem quaisquer custos financeiros para Portugal, nem para quem lá esteve o trabalho que tem vindo a desenvolver: Pharmaceutical cannabinoid nabiximols Sativex®, for treating cannabis dependence.
Dr Adrian Dunlop MBBS PhD GDipEpiBiostat FAChAM FISAM
Director & Senior Staff Specialist | Drug & Alcohol Clinical Services, , Hunter New England Local Health District
Conjoint Professor | School of Medicine and Public Health, Faculty of Health, University of Newcastle
Newcastle Community Health Centre, Suite 8, Level 3, 670 Hunter St, NEWCASTLE 2300, NSW
Foi este Colega que fez comigo um directo no face vídeo, no Casal Ventoso, no Outono 2917, mostrando ao mundo o OCULTADO que em Portugal alguns têm escondido desde há muitos anos. Reveja e perceba bem o escândalo.
No âmbito da Redução de Riscos, por cá ninguém sabe a verdade do que consome.. Somos enganados, estamos e continuamos calados. Até quando?
Muito obrigado quem ajuda para que "tudo isto tudo " melhore.
Partilhar e não calar é uma forma de ajudar.
PARTILHE SEM MEDO E SFF.



CANÁBIS: DEMAGOGIA ou PEDAGOGIA?
Canábis: ignorância ou progaganda de regime ?
Há pessoas em quem o consumo de erva (marijuana) ou de resina (haxixe), não rev...
COMPORTAMENTO significa forma de proceder
RISCO significa perigo ou inconveniente.
São muitas as situações em que corremos riscos. Quem aprendeu porque foi ensinado, sabe lidar melhor com essas situações, sabe prevenir riscos.
Quem é ignorante sujeita-se a mais situações com riscos.
E quem desconhece o que consome, agrava mais os riscos a que se sujeita.
O valor e dignidade do SER HUMANO justifica o esforço na EDUCAÇÃO CÍVICA e na EDUCAÇÃO para a SAÚDE e que sejamos activos e responsáveis na redução de comportamentos de riscos e de riscos nos comportamentos. Droga é a ignorância, a burla, a mentira, a hipocrisia, o mau uso do saber ou o resultado da incompetência


https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

Mala Da Prevenção Dr Luís Patrício partilhou uma publicação.
Publicado por Luís Duarte Baptista Patricio · 22 de abril · 
FALAR CLARO e ASSUMIR ou REJEITAR a hipocrisia do sucesso no insucesso em Prevenção.
Continua a ser necessário FALAR CLARO.
E porque as redes sociais ajudam a chegar a toda a parte e a ultrapassar o controlo de alguns "não interessa" em comunicação, não podemos confiar em tudo.
Não se pode aceitar como verdade só porque se ouviu, ou foi escrito num jornal ou revista, ou passou na tv, ou na rádio, ou porque vem de cima ou vem de baixo. E não havendo contraditório…
É necessári...



A canábis é... banalissíma. Há que fazer uma mudança profunda na lei, em função da canábis.
Muita gente anda a consumir canábis e ninguém sabe aquilo que consome. E pagam. E não sabem o que consomem. 
Quando a prevenção funciona as pessoas são mais cuidadosas, quando não funciona não existe, cada um procura “desenrascar-se”. E nesse aspecto nós temos muita verdade em Portugal.
DIRECTO com Luis Patrício, Médico psiquiatra autor da Mala da Prevenção e Jornalista António Jorge
Na RTP ANTENA 1 - Manhã de 19 de Abrilhttps://www.rtp.pt/play/p469/e342159/antena-aberta

Próximo destaque: …
LP - Portanto a droga em Portugal está podre
AJ - A droga em Portugal está podre? O que é que isso quer dizer?
LP - Quer dizer que há muita coisa que se não diz que existe, mas existe
...
...
AJ - Obrigado Luis Patrício
LP - Os meus cumprimentos e muito obrigado
... AJ - Enfim… Ficávamos aqui a ouvi-lo muito mais tempo e, muitos de nós de boca aberta em relação aquilo que nos disse agora aqui o psiquiatra Luis Patrício
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

Mala Da Prevenção Dr Luís Patrício partilhou uma publicação.
Publicado por Luís Duarte Baptista Patricio · 21 de abril · 
VERDADE DA REALIDADE ou verdade da conveniência?
LP - Quando a prevenção funciona as pessoas são mais cuidadosas, quando não funciona não existe, cada um procura “desenrascar-se”. E nesse aspecto nós temos muita verdade em Portugal.
Luis Patrício, Médico psiquiatra autor da Mala da Prevenção em directo com o Jornalista António Jorge
Na RTP ANTENA 1 - Manhã de 19 de Abrilhttps://www.rtp.pt/play/p469/e342159/antena-aberta
A imagem pode conter: texto

A canábis é... banalissíma. Há que fazer uma mudança profunda na lei, em função da canábis.
Muita gente anda a consumir canábis e ninguém sabe aquilo que consome. E pagam. E não sabem o que consomem. 
Quando a prevenção funciona as pessoas são mais cuidadosas, quando não funciona não existe, cada um procura “desenrascar-se”. E nesse aspecto nós temos muita verdade em Portugal.
DIRECTO com Luis Patrício, Médico psiquiatra autor da Mala da Prevenção e Jornalista António Jorge
Na RTP ANTENA 1 - Manhã de 19 de Abrilhttps://www.rtp.pt/play/p469/e342159/antena-aberta

Próximo destaque: …
LP - Portanto a droga em Portugal está podre
AJ - A droga em Portugal está podre? O que é que isso quer dizer?
LP - Quer dizer que há muita coisa que se não diz que existe, mas existe
...
...
AJ - Obrigado Luis Patrício
LP - Os meus cumprimentos e muito obrigado
... AJ - Enfim… Ficávamos aqui a ouvi-lo muito mais tempo e, muitos de nós de boca aberta em relação aquilo que nos disse agora aqui o psiquiatra Luis Patrício
19 Março 2018
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

Mala Da Prevenção Dr Luís Patrício
Publicado por Luís Duarte Baptista Patricio · 19 de março · 
PREVENIR é PRECAVER
Significado das palavras, para que (se) saiba !
Prevenção significa Cautela Precaução
Educação significa Instrução Cortesia
Educar significa Ensinar Aperfeiçoar e desenvolver...





17 Fevereiro 2018
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

Política Canábis Falar diferente, sem hipocrisia e sem a mentira
Falar de frente, da realidade e com a verdade
Assumir 18 anos de crescente consumo recreativo é ter a capacidade de olhar a verdade da realidade.
17 Fevereiro 2018
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

Medicamentos com alcaloides da canabis em Medicina
Haverá quem queira restringir o bom uso de medicamentos?
Há muitos medicamentos que contêm alcaloides com origem em plantas.
Ex: Atropina com origem na beladona
Cafeína, com origem no cafezeiro
Canabidiol com origem na canábis
Escopolamina com origem em solanáceas
Morfina e derivados, com origem na papoila dormideira
E há medicamentos com origem em fungos.
Ex:
Dihidroergotamina
Antibióticos.
Para evitar danos é o médico o profissional que tem a responsabilidade e o saber para prescrever os medicamentos adequados à situação clínica do seu doente.
Haverá quem queira limitar o bom uso de medicamentos?
Aos Médicos o que seja da sua competência e responsabilidade a bem da Saúde e Bem-estar do doente e de sua Família.
Aos Políticos o que seja da sua competência e responsabilidade para o Bem-estar da Comunidade
Leia no blog drogaparaquesaiba.blogspot.com as minhas RESPOSTAS às perguntas da jornalista Beatriz Dias Coelho, a propósito da estratégia para a legalização do consumo da canábis proposta por dois deputados do PSD.








1 Fevereiro 2018
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

Mala Da Prevenção Dr Luís Patrício atualizou a sua foto de perfil.
Para uso próprio: "PRODUTO" ilegal e "PRODUTO" legal Em Portugal é real.
A realidade ultrapassa o sucesso da propaganda

https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

Mala Da Prevenção Dr Luís Patrício está em Lisboa.
DROGAS de REALIDADES PORTUGUESAS Séc XXI
Há quem não sinta Há quem não minta



31 Janeiro 2018
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

Mala Da Prevenção Dr Luís Patrício
LEITURA de SINAIS
INDICAÇÔES VISIVEIS e LEITURAS. Estado de graça, sem sucesso e sem graça? Atecnia? Avolimia? Incompetências? Incapacidades? A realidade da verdade vai obrigar a mudar uma lei que é ignorada (LRRiscos 2001) e uma lei que é desrespeitada (LDescriminalização 2001) porque está fora da realidade.
Riscos acrescidos para a saúde, manutenção da hipocrisia e enganos sociais a serem desmascarados e ao cuidado dos senhores deputados.
Um apelo a partilhar, para que se p...


















https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

RECONHECER OU continuar a NEGAR A REALIDADE?
ASSUMIR OU continuar a NEGAR A IGNORÂNCIA?
Em algumas pessoas que fazem consumos ocasionais ou regulares surgem efeitos que não são desejados.
Desde há muitos anos que muitos médicos são solicitados para tratar pessoas em que se revelou sofrimento mental associado ao uso de canábis. O trabalho clinico é feito apenas com pessoas que adoeceram e nestes casos o consumo da canábis prejudica o tratamento. Muitas destas pessoas decidem d...



Parte superior do formulário
0

0

Promover Publicação

23 Janeiro 2018
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

CANÁBIS. Não é sempre na mesma?
Com tanta gente a consumir e se a ignorância faz mal, ter conhecimento faz bem.
O conhecimento aumenta a responsabilidade do consumidor e de toda a comunidade.
A ignorância evidencia a irresponsabilidade de quem devia ser responsável para acabar com a ignorância.
Pode-se enganar e prometer dar o que não se tem, mas na verdade, cada um apenas pode dar o que tem, o que recebeu e aprendeu....



16 Janeiro 2018
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

Canábis …. De adolescentes a reformados
Hipocrisia & Prevenção
Portugal consumo crescente 2001 – 2017. É ilegal.
MAS em Portugal na sua freguesia, no seu concelho, na assembleia municipal, no parlamento, no ensino secundário, nas universidades, na empresa, no escritório, na fábrica, no restaurante, no bar, no café, na rua, no porto, na praia, na discoteca, nas festas de verão, no fim do ano, nas festas de todo o ano, etc, QUEM NÃO CONHECE QUEM CONHEÇA QUEM SEJA CONSUMIDOR reg...

11 Janeiro 2018
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

DROGA DE VIDA VIDAS DE DROGA. NÃO SEJA CÚMPLICE.
Em Portugal não há especialistas "em droga" porque não há especialidade.
Mas abundam auto nomeados ou hetero nomeados ou ainda nomeados peritos oficiosos ou oficializados.
DROGA É a IGNORÂNCIA, a MALVADEZ, o FAZ DE CONTA, a HIPOCRISIA, a FALSA VERDADE.



CANABIS Como estamos e até quando? OUVI em ATHS Biarritz 2017
No passado mês de Julho a Catalunha regulou a lei das associações de consumidores de canábis. O Dr Joan Colom explicou de forma muito clara os avanços através do consenso.
Em Portugal o consumo está banalizado e é ilegal.
Na perspectiva de redução de riscos propus em 2014 que os poderes considerassem o cultivo para uso próprio. Até agora tudo está conservado na mesma, isto é, como se estivesse tudo bem. E não está há muitos anos. Continuamos estagnados e retroceder. Mas no estrangeiro é comum ouvir que em Portugal está tudo muito bem e que é tudo legal. Quem cala consente. Eu não calo.
CANABIS ATHS Biarritz 2017
Last July, Catalonia regulated the law on cannabis users' associations. Dr Joan Colom explained very clearly the progress through consensus.
In Portugal consumption is Banal and illegal. Users: all professions. From 11-12 to the 1970s
There are cops who tolerate possession and others repress
Consumer buys and knows nothing about quality
Some people get sick- Most recreational users said does not consider himself patients.
In Portugal self-cultivation is still illegal
Unregulated is destroyed
From the perspective of risk reduction I proposed in 2014 that the powers considered the crop for own use. So far everything is kept in the same, that is, as if everything is okay. And it is not. We continue to stagnate and retreat. But abroad it is common to hear that everything is very well in Portugal and that it is all legal. Whoever cools consents. I do not call.
Abroad it is common to hear that in Portugal everything is legal ..


11 Janeiro 2018
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

CANABINOIDES MEDICAMENTOSOS 1º EM PORTUGAL NÃO HÁ medicamentos canabinoides, embora já existam em outros países
CANABIS ADULTERADA ou autocultivo para reduzir riscos?.
2º EM PORTUGAL NÃO HÁ informação em tempo útil, nem para consumidores nem para profissionais de saúde que tratam os que adoeceram, sobre composição das substâncias psicoactivas ilegais que são adquiridas por quem consome.
3º EM PORTUGAL AINDA HÁ quem pareça preferir a crescente banalização do consumo do desconhecido (como neste século tem acontecido com os derivados da canábis), à Redução de Riscos com o auto cultivo reconhecido e regulado.
4º EM PORTUGAL É VISÍVEL que o consumo ilegal é banal.
5º EM PORTUGAL QUASE NINGUÉM SABE com verdade a composição do que consome, seja avô, pai, filho ou neto, seja aluno ou professor universitário, seja aluno do secundário, seja empregado ou empresário, seja desempregado ou reformado. Na ignorância os riscos aumentam. Com mais consumo na ignorância, mais riscos existem. Até quando este situacionismo?
Partilhe ideias fora da da media oficiosa ou caixa oficial, para que a situação melhore em Portugal.
O vídeo Canabis no Uruguay Video da Mala da Prevenção https://www.youtube.com/watch?v=4QWStKx2hAs
mereceu até ontem cerca de 60 visualizações.
Com a sua ajuda iremos mais longe na partilha do conhecimento.
Obrigado pela sua liberdade de visualizar e partilhar.
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p32x32/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=ef018a0aec21dcac6ee2bcc7c5e7b755&oe=5C9E08E9

CANÁBIS AUTO CULTIVO no URUGUAI. SE queres plantar tens que te registar
2013 - O Uruguai promulgou uma lei para regulação do mercado de cannabis.
Milton Romani: “Estamos a mudar a forma de controlar uma substância que tem efeitos psicoactivos, porque a actual regulação pela lei penal, pela interdição, resultou não ter êxito”. Importa perceber e ultrapassar MR: “a confusão de lógica formal”. Veja este vídeo de 5 minutos e 20 segundos.
https://www.youtube.com/user/psimedicina
2014 – Em Portugal, propus como medida de redução de riscos, que fosse equacionado legalmente a produção da planta para uso próprio, dado que a maioria dos consumidores usam produtos de qualidade desconhecida, com risco agravado para a saúde individual e social.
2017 – Em Portugal a canábis continua com significativo consumo, crescente desde o início deste século e contínua ilegal. Há inúmeros consumidores com idades entre os 11 aos setentas, de todas as profissões. Alguns consumidores adoecem e outros não.
Há consumidores que dizem que quando interpelados pelas polícias, “uns deixam consumir” e outros “obrigam a destruir”.
Por casualidade, muitos estrangeiros têm a representação de que em Portugal o consumo de canábis é legal (e muitas outras substâncias ilegalizadas) desde a lei da descriminalização (2001). Desde então foram sendo divulgando algumas ideias erradas.
E os estrangeiros ficam muito admirados quando nos congressos explico, que em Portugal ninguém tem direito á posse de qualquer substância ilegal.
Saliente-se que também na Holanda a canábis não era legal até pouco tempo. Mas muita gente jurava e jurou por muitos anos que era legal. Mas não: era sim ilegal e tolerada e só recentemente foi legalizada a planta da cannabis para uso próprio.
Em Portugal urge mudar o que não funciona:
1 - a Lei de Redução de Riscos de 2001 permite o testing, mas o que se faz é... poucochinho. Urge fazer muito mais, a bem da Saúde.
2 - as autoridades deviam informar os profissionais e os consumidores sobre o que "por aí está a ser consumido", mas ... Esperar não é prevenção. Urge acabar com esta resistência.
O retrocesso é que ninguém garante a qualidade do que é consumido pelo menos desde há 16 anos, todos os dias do ano e em quantidade.
A mudança tem que acontecer. Basta do mesmo.
Video dedicado a quem, sem medo tem a gentileza de reconhecer e também de divulgar a actividade que fazemos, quebrando o estigma e a bem da Saúde e da Comunidade. Muito obrigado.


YOUTUBE.COM
CANÁBIS no URUGUAY Milton Romani…
9 Janeiro 2018
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

Publicado por Luís Duarte Baptista Patricio · 9 de janeiro · 
DROGA DE ATITUDE em Portugal. Redução de riscos e canábis... continua a ser a ignorância... na qualidade do que diariamente é consumido.
Continuamos a ignorar o conteúdo verdadeiro do que é consumido, apesar de cada vez mais se perceber e melhor se ver a crescente dimensão do consumo banalizado e das embalagens do produto a consumir.
Até quando mais do mesmo? Quem não fez não irá fazer por não querer. não poder ou não saber. E preciso mudar para melhor. Tem que ser possível.
Luís Patrício
Não tenha medo. Visite e partilhe https://www.youtube.com/watch?v=4QWStKx2hAs
Muito obrigado



13 Novembro 2017
https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-1/p50x50/42672657_1980119168952165_8424782280446181376_n.jpg?_nc_cat=103&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=5da8543c6cae288bd13f0024d72bdca1&oe=5CAA7629

Cannabis …. De adolescentes a adultos e reformados
Hipocrisia & Prevenção
Portugal consumo crescente 2001 – 2017. É ilegal.
MAS... em Portugal, na sua freguesia, no seu concelho, na assembleia municipal, no parlamento, no ensino secundário, nas universidades, na empresa, no escritório, na fábrica, no restaurante, no bar, no café, no porto, na discoteca, nas festas de verão, no fim do ano, nas festas de todo o ano, etc, QUEM NÃO CONHECE QUEM CONHEÇA QUEM SEJA CONSUMIDOR regular ou ocasional de haxixe / pólen ou de erva?
No espaço público de Portugal continental, em locais públicos de consumo de Sotavento a Barlavento, da Zambujeira à Caparica, do Seixal ao Cais, do Bairro a Santos, de Algés e Ericeira a todo o litoral até a Paredes, em todas as Queimas e restantes festejos, também no Interior, qual a dimensão da Hipocrisia & Prevenção?
QUEM SABE COM VERDADE o que consome, seja professor universitário, político, jornalista, etc, estudante, adulto, reformado ou adolescente?
CONSUMIDORES destes produtos DESCONHECIDOS, com riscos acrescidos para a saúde, consomem com diferentes realidades. Para os adolescentes a tolerância ou intolerância face ao consumo pode depender do humor ou da personalidade do agente da autoridade. Veja a simplicidade das verdades, a realidade de quem conhece https://www.youtube.com/watch?v=WvBrC2L3QDU&t=86s




Parte inferior do formulário



Testemunho de uma adolescente Canabis Alcool De dia e na noite 2010 2016


DROGA DE FRENTE DE CARAS 2º cap por LP 2016


http://drogaparaquesaiba.blogspot.com/2018/02/canabis-em-portugal-sem-hipocrisia-e.html